Clube da Luta (Chuck Palahniuk) – Qual é melhor: Filme ou Livro?

“Tyler achava que conseguir chamar a atenção de Deus sendo mau era melhor que não conseguir atenção nenhuma. Talvez porque seja melhor o ódio de Deus do que a indiferença Dele.”

Clube da Luta
Livro Clube da Luta - Chuck Palahniuk

Dados do Livro

Título: Clube da Luta

Autor(a): Chuck Palahniuk

Número de Páginas: 272

Gênero: romance de ficção

Editora: Leya

Minha Nota: 3,5 ⭐️

Nota na Amazon: 4,7 ⭐️

Nota no Skoob: 4,4 ⭐️

Nota no Goodreads: 4,18 ⭐️

Link para Compra: Clube da Luta na Amazon

Sinopse

Nesse livro acompanhamos a vida cada vez mais decadente do protagonista, que encontra alívio para suas frustrações no Clube da Luta.

Links para comprar capa comum ou ebook:

Criado por Tyler Durden, o Clube da Luta é onde os homens vão lutar apenas pelo prazer de serem destruídos uns pelos outros. É uma válvula de escape masculina com péssimas consequências.

O Clube da Luta tem 8 regras, sendo a primeira e a segunda as mais importantes. A primeira regra do Clube da Luta é: você não fala sobre o Clube da Luta. A segunda regra do Clube da Luta é: você não fala sobre o Clube da Luta.

Opinião

Eu comprei esse livro já pensando em ler antes de ver o filme, porque no que diz respeito a obras que tem adaptação cinematográfica sempre prefiro ler antes de assistir.

As primeiras cinquenta páginas eu achei super arrastadas e em alguns momentos até confusas, mas na página 55, quando começou o capítulo 6, as coisas começaram a melhorar.

Eu gostava da dinâmica do protagonista com Marla no início do livro, mas isso durou pouco. Logo o foco tornou-se a interação com Tyler Durden, o idealizador do Clube da Luta.

“Temos que mostrar a esses homens e mulheres a liberdade, e faremos isso escravizando-os. Mostraremos a eles a coragem ao assustá-los.”

Clube da Luta

Após o início arrastado ainda houve outros momentos nos quais eu achei o livro meio chato e simplesmente recheado de coisas nojentas e idiotices sem sentido, mas lendo outra obra de Chuck Palahniuk depois percebi que é característica dele.

As atitudes tomadas contra outras pessoas e a violência sem de fato terminar no ato que era sugerido que iria acontecer, fazia com que a outra pessoa tivesse uma nova perspectiva, vendo aquele momento como uma nova chance e talvez dando mais valor ao que tinha ou simplesmente ao fato de estar vivo. Por outro lado, chegar a esse ponto, esbanjando violência, ainda que não fosse consumada, criando momentos traumáticos para as pessoas era algo bem extremo, mas compatível com a personalidade perturbada do protagonista.

Em vários momentos do livro eu só pensava que por mais perturbado que o cara fosse pelo menos ele fazia mais mal a si mesmo, ainda que isso não eliminasse o fato dele ter manipulado tantas pessoas a fazerem coisas absurdas e perigosas.

Acontece que, lá pro final, tem uma reviravolta que muda tudo e foi incrível como passei a ter outra perspectiva de todo o livro. Essa grande revelação ocorre na página 210 e ele acaba na 270. Essas últimas 60 páginas pra mim foram de longe as melhores. O restante do livro é razoável, não achei incrível, mas está longe de ser ruim.

No geral não foi uma leitura tão fluída e eu não ficava com vontade de ler loucamente pra saber o que ia acontecer, mas os personagens são bons, achei bem desenvolvidos e o final é realmente muito bom. O final fez com que eu mudasse minha percepção do protagonista e do livro como um todo nas últimas páginas.

Algumas semanas depois que terminei a leitura eu vi o filme de mesmo nome e que filme bom! Pela primeira vez achei um filme melhor do que o livro. O livro tem seu mérito, como eu já disse, mas achei o filme superior.

O filme tem uma dinâmica melhor do que a do livro, um ritmo mais intenso e que prende a atenção e isso sem perder informações importantes da história, sem deixar detalhes significativos de lado. A única coisa que gostei mais no livro foi o final, que teve uma pequena mudança no filme.

Recomendo a leitura do livro antes do filme, porque apesar de não ser tão impactante ver o filme sabendo do final, pelo menos você vai ver 2 horas e 20 minutos de bom entretenimento. Se eu tivesse visto o filme antes de ler o livro ia sofrer bem mais pra terminar a leitura sabendo o final, já que o que fez as 270 páginas valerem a pena foi justamente a revelação de tudo e a incrível reviravolta que te faz reanalisar toda a história, mas só teve esse impacto porque o final foi uma surpresa.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s